E se os CDI’s funcionassem a energia nuclear?

4 03 2011

A ideia não é nova, mas quais seriam as vantagens?

Com um período de vida para a bateria estimado em cerca de 88 anos, pelo menos deixar nos-iamos de preocupar com a sua substituição a cada 10 anos. É de facto uma grande vantagem.

Mas e o progresso tecnológico? Isto faz-me lembrar os velhinhos Mercedes que por aí andam. Duram e duram, mas coitados, para além de consumirem muito, ficaram parados no tempo. Sem ar condicionado, vidros eléctricos, air-bag….

Bem, acho que continuo a preferir o meu CDI da última geração. A bateria, já tem o dobro da duração do meu primeiro, cerca de 11 anos, bluetooth, permite enviar a partir de casa informação acerca do seu estado. Só não dá ainda é para substituir o meu velhinho eTrex Legend (GPS da Garmin), mas estou ansioso por esse upgrade.

http://organicgrant.posterous.com/nuclear-pacemaker

Abaixo, podem ver algumas imagens relacionadas com CDI’s.

Advertisements

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: