Jovens: Morte súbita entre as cinco principais causas de morte

6 02 2012

“A morte súbita cardíaca está entre as cinco principais causas de morte nos jovens”, segundo com Rui Providência, médico cardiologista do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

O mesmo responsável refere que “muitas vezes, as patologias subjacentes são facilmente detectáveis por electrocardiograma ou avaliação clínica e possuem tratamento eficaz. Assim sendo, grande parte destas mortes seria evitável se fossem realizados rastreios a esta população”.

Com o objectivo de evitar mais casos de morte súbita entre a população jovem, o projecto SCDSOS (Sudden Cardiac Death Screening Of risk FactorS) vai realizar uma acção de rastreios em jovens dos 18 aos 35 anos da zona de Coimbra.

De acordo com Rui Providência, “uma acção idêntica foi realizada em desportistas italianos e os casos de morte súbita cardíaca diminuíram 90 por cento nos últimos anos”.

Sob o mote “Dá-nos 5 minutos e nós damos-te 1 Vida”, o rastreio (que compreende a realização de um electrocardiograma e preenchimento de um questionário informatizado) pretende avaliar os factores de risco de morte súbita de toda a população estudantil da cidade de Coimbra. Com esta acção, o projecto SCDSOS pretende ainda compreender quantas vidas podem ser salvas se esta acção fosse de âmbito nacional.

As primeiras acções de rastreios estão já marcadas para o mês de Fevereiro:

   27 de Fevereiro a 2 de Março – Escola Superior de Enfermagem de Coimbra – Polo A (Av. Bissaya Barreto – Celas).

   5 a 9 de Março – Escola Superior de Enfermagem de Coimbra – Polo B (Rua 5 de Outubro – S. Martinho do Bispo)

  12 a 16 de Março – Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, S. Martinho do Bispo

  19 a 30 de Março, Polo III – Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra

Escrito por: Sónia Trigueirão

Publicado por: Correio da Manhã

Anúncios

Acções

Information

One response

19 03 2012
Manuel M A N Pimentel Santos

Há quase 24 anos, Agosto de 1988, o meu filho mais novo faleceu do que então se presumiu e foi “morte súbita”. Tinha 15 anos e era completamente saudável. Proponho que o rastreio que agora está a ser feito em Coimbra, possa alargar-se a outras zonas do País, como Lisboa e Porto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: